As vantagens de ensinar alunos a lidarem com suas emoções
Postado em 22 de junho de 2021

O ser humano convive com emoções diariamente. Durante o processo de aprendizagem, essas emoções vêm à tona em muitos momentos, sendo elas boas ou ruins. Por isso, no meio escolar, o estudante deve estar ciente de que aquele é um espaço onde poderá lidar com frustrações, precisará debater regras e até mesmo controlar angústias.

As novas práticas pedagógicas indicam que a escola não é somente um espaço para replicar conhecimentos teóricos. Ela também é um ambiente onde os estudantes podem aprender a reconhecer e interpretar suas emoções. Esse processo de alfabetização emocional é feito quando os educadores se propõem a instruir os alunos sobre a forma como devem lidar com situações difíceis.

É muito comum que os estudantes se sintam nervosos antes de uma prova, por exemplo, mas a partir de uma conversa com os professores, os alunos podem se tornar mais conscientes sobre suas emoções e compreender a função que as mesmas têm em sua rotina. Esse tipo de aprendizado ajuda os estudantes a ganharem confiança sobre si próprios e, consequentemente, se tornarem mais preparados para assimilarem novos conhecimentos.

No Centro Educacional de Andradina (CEA), percebemos que incentivar crianças e adolescentes a desenvolverem habilidades a partir da inteligência emocional pode ajudá-los em diversas áreas. Quando uma escola se propõe a incorporar práticas pedagógicas que motivam o autoconhecimento e a empatia entre as pessoas, todos ganham em aprendizado.